Ponto de situação!

Foi dia de nos encontrarmos no studio, de trocar informação, agendar contactos e falar sobre a investigação.

Estou angustiada…hoje cheguei à conclusão que alguma da informação não era a mais fidedigna. Primeiro beco sem saída…e agora.

Acabei um telefonema (em alta voz) olhei para o Pau e soltei um estúpido – “isto parece a Britcom”. O telefonema foi de um esventramento de informação que assusta.

Foi também dia de cortar os fios que coziam o as folhas do livro de provas, soltar as almas e colocá-las aos olhos do mundo…custou-me. Custa-me sempre alterar algo com tamanho tempo e história.

Um profundo respeito e certeza, dentro de alguns meses estas páginas voltarão a ser cozidas, voltarão a dar corpo ao antigo livro de provas do nosso querido fotógrafo. Onde andas tú?? – permite-me que te trate assim, embora tenhas pelo menos o dobro da minha idade. Imagino-te de fato completo, e quando sonho contigo à noite (sim já sonhei contigo à noite – esta investigação está mesmo a ganhar folgo) vejo um relógio de bolso, prata. Sempre o relógio de bolso prata. Quando te encontrármos se usares relógio de bolso, vou soltar uma gargalhada!…

Bom, o Pau à uns dias já começou a soltar as almas no mundo (entenda-se passar cada uma no scanner e colocá-las aqui no site/blog do À sua procura). Hoje foi dia de soltar ainda mais almas e sonhar com histórias de vida …andamos À sua procura!

P.S. – Conduzi até Sintra com um nó na garganta…e agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *